O Distrito Federal será palco da 12º edição do Festival São Batuque, que celebra expressões populares da cultura africana. O evento é gratuito, e ocorre neste sábado (14) com atrações musicais que têm como base os instrumentos de percussão.

Os músicos se encontram, a partir das 20h, na Praça Zumbi dos Palmares, em frente ao Conic, no Setor de Diversões Sul. De lá, seguem para o bar Birosca dentro do complexo.

Há mais de uma década, o festival ocupa espaços públicos da capital federal e homenageia guias e protetores ligados às religiões de matriz africana. Nesta edição, os homenageados são dois orixás guerreiros: Iansã e Ogum.

Local: Praça Zumbi dos Palmares e Birosca – Conic (SDSrão a lavagem simbólica da praça. A líder do grupo, Miriam Santos, explica que o ato representa o desejo de buscar paz e união entre os povos.

“Esse ritual simbólico, com a pureza da água, traz harmonia, paz, tranquilidade e união entre os povos da terra.”

Atrações

Entre as atrações do Festival São Batuque estão:

  • Grupo Seu Estrelo com o Samba Pisado (ritmo com fortes influências do maracatu) e a Orquestra Alada Trovão da Mata
  • Grupo Matilha (capoeira)
  • Dj Rafael Pops e Dj Odara
  • Grupo Coco de Oyá (SP), com participação da cantora de Shaira

Programe-se:

12ª Festival São Batuque

  • Data: 14 de dezembro
  • Hora: 20h
  • Local: Praça Zumbi dos Palmares e Birosca – Conic (SDS)
  • Ingressos: gratuitos, mas devem ser retirados antecipadamente, pela internet
  • Classificação: livre

Written by

Matriz Africana

Movimento político de união e acolhimento "Matriz Africana", que visa agregar, unir, acolher, conectar e informar a todos os adeptos de religiões de Matriz Africana de forma que se possa empoderar, garantir direitos e proteger a liberdade de culto e os povos de axé. Aqui se troca conhecimento, informação e apoio.