Os casos de intolerância religiosa dispararam em Salvador e este ano foram registradas 81.4% denúncias a mais que no mesmo período do ano passado.

Segundo dados divulgados na segunda-feira (02), pelo Grupo Especial de Proteção aos Direitos Humanos e Combate à Discriminação do Ministério Público da Bahia (MP-BA), 127 denúncias foram feitas este ano, contra 57 registradas em 2018.

Conforme o MP-BA, 90% das ocorrências atingiram as religiões de matriz africana. De novembro do ano passado até o mesmo mês deste ano, 45 crimes foram praticados contra este público.

Fonte: Varela Notícias e Portal G1

Written by

Matriz Africana

Movimento político de união e acolhimento "Matriz Africana", que visa agregar, unir, acolher, conectar e informar a todos os adeptos de religiões de Matriz Africana de forma que se possa empoderar, garantir direitos e proteger a liberdade de culto e os povos de axé. Aqui se troca conhecimento, informação e apoio.