De Campinas, Dandewara Pereira, religiosa de matriz africana, jongueira e conselheira da comunidade negra de sua cidade, estará no Sesc Piracicaba para falar sobre Educação e Cultura de Matriz Africana. A palestra será nesta sexta-feira, 6, às 20h, no Teatro da unidade. Após a conversa, ainda haverá uma apresentação de cantigas afro-brasileiras, com Wilson Lima Santos. A programação, que integra o projeto Negras Inspirações, tem entrada gratuita.

O Negras Inspirações busca valorizar, por meio de palestras, cursos e oficinas, a pluralidade das identidades negras, resgatando os heróis do passado por meio do protagonismo daqueles que fazem a diferença no presente. No encontro desta sexta-feira, Dandewara fala sobre sua atuação em ações e projetos sociais voltados para educação e cultura de matriz africana com objetivo de divulgar e produzir conhecimentos, bem como atitudes, posturas e valores que eduquem cidadãos quanto à pluralidade étnico-racial, desenvolvido, atualmente, na Casa de Cultura Fazenda Roseira, que é administrada pela Comunidade Jongo Dito Ribeiro.

Após a palestra, vivência de cantigas afro-brasileiras, de religiões de matriz africana e de jongo, com Wilson Lima Santos. Ele é membro do Conselho Municipal de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra de Piracicaba, também é ogan no candomblé e membro do Inzo Ia Nkise Muxima Ndandalunda, da sacerdotisa Mam’etu Yademaza.

Curso 

O Negras Inspirações promove também o curso Música Popular, Política e Racismo no Brasil, com o historiador, mestre em história social da cultura e doutor em antropologia pela Unicamp, Vitor Queiroz. A atividade propõe o estudo, por meio da música popular, abarcando a história do racismo e da mobilização antirracista no Brasil. No conteúdo estão: a passagem pelos batuques, observados com desconfiança no século 19; o surgimento da música popular urbana e comercial; a transformação do samba em símbolo da identidade nacional na Era Vargas; a criação do Movimento Negro Unificado; e o surgimento da música negra de protesto na década e 1970.

O curso começou no dia 4, mas continua até 2 de outubro, sempre às quartas-feiras, 11, 18, 25 e 2/10, das 19h às 22h, na Sala do Curumim. Para participar é necessário inscrição, gratuita, no site ou na Central de Atendimento.

FONTE: A Província

Sesc Piracicaba

Rua Ipiranga, 155

CEP 13400-480

Piracicaba, SP Ver no mapa

  •  (19) 3437-9292

Written by

Matriz Africana

Movimento político de união e acolhimento "Matriz Africana", que visa agregar, unir, acolher, conectar e informar a todos os adeptos de religiões de Matriz Africana de forma que se possa empoderar, garantir direitos e proteger a liberdade de culto e os povos de axé. Aqui se troca conhecimento, informação e apoio.