Candomblecistas foram expulsos de estabelecimento

Um caso de intolerância religiosa aconteceu nesta terça-feira (23) no município de Belmonte, a 430 km de Salvador. Uma gravação mostra adeptos da religião de matriz africana sendo expulsos de uma lanchonete pelo dono do estabelecimento. 

“Desocupa a lanchonete, senão vou chamar a polícia”, disse o dono da lanchonete. “A gente que vai chamar a polícia, porque isso se chama preconceito”, rebateu uma das integrantes do grupo.

O comerciante, visivelmente descontrolado, precisou ser contido pelos funcionários da lanchonete. Pelo Whats App, a filha do proprietário do estabelecimento tentou justificar a atitude do pai: “Eles não vieram lanchar ou consumir, vieram fazer uma reunião. Eles simplesmente ligaram um notebook, pegaram as cadeiras e mesas. Mais de 20 pessoas, sem autorização, simplesmente fizeram a reunião deles. Fizeram um vídeo daquele momento, mas houve todo um contexto até chegar naquele ponto. Ninguém sai surtando do nada. Para toda ação, há uma reação”, justificou.

Fonte: Radar 64

Written by

Matriz Africana

Movimento político de união e acolhimento "Matriz Africana", que visa agregar, unir, acolher, conectar e informar a todos os adeptos de religiões de Matriz Africana de forma que se possa empoderar, garantir direitos e proteger a liberdade de culto e os povos de axé. Aqui se troca conhecimento, informação e apoio.