Quem nós somos dentro da religião? Somos adeptos que utilizam o conhecimento que nos foi dado de forma ética ou acreditamos que o uso indiscriminado e o exercício de nossas vontades sobre a vida do outro é algo que passa imune a ordem natural traçada pelo destino?

Somos bons filhos, bons irmãos, sacerdotes e adeptos ou apenas realizamos nossas funções do dia a dia de qualquer jeito? no exercício de nossas funções estamos realmente entregues e com coração limpo, ou fazemos por qualquer outro motivo? ou ainda, estamos presentes em todos os calendários religiosos de nossas casas, mas realmente estamos voltados para nossas tarefas ou só estamos indo apenas para comparecer e sermos vistos?

A vida exige entrega. Nossas religiões são caracterizadas pelo culto direto a Deuses que estão numa escala evolutiva muito superior a nossa. Isso no mínimo exige ética e verdade. 

O fato é que seja no exercício da religiosidade, ou nos atos simples da vida cotidiana, todos nós temos um propósito a ser realizado e precisamos internalizar o sentido disso. 

Ter consciência sobre nossos feitos é fundamental para uma vida feliz. Afinal, pra todo ato há reflexo e consequências. O exercício da espiritualidade não é tarefa fácil e isso inclui: conhecer nossa natureza e identificar o motivo de ser religioso, agregado ao efeito de nossas ações de forma sincera. E você, já encontrou seu propósito?!

Written by

Matriz Africana

Movimento político de união e acolhimento "Matriz Africana", que visa agregar, unir, acolher, conectar e informar a todos os adeptos de religiões de Matriz Africana de forma que se possa empoderar, garantir direitos e proteger a liberdade de culto e os povos de axé. Aqui se troca conhecimento, informação e apoio.